Historias sobre a história do Ceará – Faze o Bem Nao Cates a Quem

Fonte. Revista do Instituto do Ceará

Frase de um sertanejo Cearense (antes de 1875)

José Martiniano Pereira de Alencar ou o Senador Alencar foi o Pai do escritor e Jornalista José de Alencar (Iracema), participou das revoluções no Nordeste do Brasil revolução de 1817 (revolução pernambucana), e da Confederação do Equador (1824 ) contra o absolutismo monárquico português, quando o Nordeste ainda era divido em provincias. Futuramente Alencar viria a se tornar senador pela província do Ceará de 2 de maio de 1832 até sua morte e, durante seu mandato vitalício de senador, seria presidente da província do Ceará por duas vezes, de 6 de outubro de 1834 a 25 de novembro de 1837 e de 20 de outubro de 1840 a 6 de abril de 1841.

Fujindo dos “homens da lei” ou “tropas da legalidade” pelos sertões Cearenses se vê pedindo abrigo a um huminlde sertanejo. A história em anexo foi publicada pela Revista Instituto do Ceara em sua 1ª Edição de 1887 O texto nos conta uma história romanceada mas que de certa forma  reconta uma página da vida desse ilustre Cearense (Crato) e traz uma mensagem bastante importante para os dias atuais (Faze o Bem Nao Cates a Quem)

Texto na íntegra (Publicado em 1887 pela Revista Instituto do Ceara)

1887 – Faze o Bem Nao Cates a Quem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s