Caetano Ximenes de Aragão, poeta socialista e sua obra sobre a primeira presa politica do Brasil

Caetano Ximenes de Aragão nascido em Alcântaras, Ceará, á 24 de fevereiro de 1927 – 14 de julho de 1995) foi um escritor e poeta brasileiro foi adepto de ideias humanitários e socialistas o que lhe fez prestar serviços médicos gratuitos em Alcântaras.

Romanceiro de Bárbara sua principal obra,  foi escrita originalmente entre julho de 1975 a agosto de 1978, período final de regime ditatorial militar e início do processo de abertura política, com o intuito de registrar a trajetória histórica de Bárbara de Alencar, nascida no Exu, Pernambuco, em 1760, e morta no Piauí, em 1832.

No meio do poema, o autor cita amigos e personalidades, como Blanchard Girão, Moreira Campos, Francisco Carvalho, Francisco Auto, Braga Montenegro, Raimundo Ivan (deputado cassado em 1964, assim como Blanchard), além de citações de Gustavo Barroso, José de Alencar, Fernando Pessoa, Alfredo Bosi, Camões, padre Roma, José Luís de Mendonça, Domingos José Martins, Carlos Drummond e outros.

Caetano diz ser Romanceiro de Bárbara, uma metáfora sobre a liberdade, e é exatamente o que nos parece. Ressentia o Poeta o esquecimento do Ceará daquela considerada a “primeira presa política do Brasil” que, à época, sofreu prisão, violência, maus tratos, exílio e teve seus bens confiscados. Mas, resistiu, e por isso e outras razões é uma heroína marginalizada na História de nosso País.

O Poeta leu o que pôde de e sobre Bárbara de Alencar, encontrando inclusive, por meio do médico e historiador Irineu Pinheiro, a afirmação de ser Bárbara, entre as mulheres, mediante sua participação no movimento de 1817, a precursora da Independência e da República brasileiras.

Sua obras foram

  • O Pastoreio da Nuvem e da Morte (1975)
  • Romanceiro de Bárbara (1980)
  • Sangue de Palavra (1981)
  • Canto Intemporal (1982)
  • Caetanias (1985)

Póstumas

  • Ilha dos cornos (1996)
  • Canto pela paz (2004)

Leia aqui poemas de Caetano Ximenes

Leia aqui artigo publicado no portal vermelho.org

 

Uma resposta para “Caetano Ximenes de Aragão, poeta socialista e sua obra sobre a primeira presa politica do Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s